Não Faça Para o Filho dos Outros o Que Você Não Quer Que Façam Para o Seu!

Muitas vezes você já deve ter ouvido alguém dizer “filho, a gente só atura os da gente”

Não é raro encontrar pessoas que possuem filhos e que não conseguem ter empatia alguma com outras crianças. Não são capazes de demonstrar paciência ou algum sentimento afetuoso com crianças que não são as suas. 

Este tipo de comportamento geralmente é reflexo de adultos que possuem como lema “o meu filho é melhor” ou “cada um que cuide do seu” ou “eu não tenho nada a ver com essa criança”.

Não é raro vermos muitas madrastas ou padrastos que tratam os enteados com frieza ou de maneira muito diferente da que tratam seus próprios filhos. Não é nada raro ver tios e tias que colocam os sobrinhos em patamares diferente das dos seus próprios filhos. É super comum ver primos que competem entre si motivados pelo comportamento tóxico dos pais.

Costumo dizer que se você não consegue lidar com outras crianças que não sejam as suas, ao menos não as trate mal. Pense em como você quer que os outros tratem seus filhos. 

Outro dia uma leitora escreveu que ela não mentia para seus filhos e que na casa dela não existem histórias de Papai Noel ou de conto de fadas. O pensamento dela está correto para aquilo que ela acredita. Mas não é correto para a família que mora ao lado. Ela tem o direito de contar a verdade dela para os filhos dela. Mas não tem o mínimo direito de falar para crianças que acreditam em contos de fada que isso não existe. Não cabe a ela causar sofrimento à uma criança.

não trate mal o filho dos outros

Outro dia vi uma madrasta falando mal da mãe da enteada na frente da menina de 11 anos. Chamou a mãe da criança de “Vagabunda para baixo”. Me pergunto, quem é capaz de fazer uma criança sofrer dessa forma?  

Exemplos de coisas que as pessoas fazem para os filhos dos outros não acabam nunca: dão comidas que não deveriam dar, expõem as crianças a perigos que nunca fariam com os próprios filhos, dão presentes que odiariam que dessem para seus filhos, falam palavras duras apenas para magoar a outra criança, investem em competições ridículas que só fazem essas crianças sofrerem.  Acredite essa lista pode não ter fim, de tanta situação absurda que gente sem noção faz aos filhos dos outros. 

Sempre se coloque no lugar da criança. Pense em como você gostaria que tratassem seus filhos. 

Não seja você, o adulto sem sentimentos e noção que pode trazer muitas marcas negativas na vida de uma criança que não é sua!

Ah, lembre-se: Gentileza Gera Gentileza!

Comentários

1 Comentário para "Não Faça Para o Filho dos Outros o Que Você Não Quer Que Façam Para o Seu!"

  • comment-avatar
    Elisabete Matos 30/09/2019 (08:03)

    Precisamos aprender e a ensinar valores morais essenciais à sociedade. ” Não faça ao outro o que não quer a você”. Não precisa ser exclusivamente ao filho, mas sim a tudo que Deus criou e que temos em nossa vida, para usar sem abusar.

Participe!!

%d blogueiros gostam disto: