Não Permita Que as Aulas Online Façam Você Brigar Com Seu Filho

Contei na semana passada que eu estava me sentindo exausta com a retomada das aulas online. E o que estava me deixando mais cansada ou irritada era que eu estava perdendo a paciência com meu filho  por causa da rotina com as aulas no formato remoto.

Meus filhos tem 9 e 6 anos. A mais velha está no quarto ano do ensino fundamental e consegue fazer as aulas sem muito auxílio.

Mas o menino está na etapa da alfabetização. Está em um momento que é muito importante para o aprendizado dele. Ter que ler e escrever não é algo fácil que você simplesmente diz para a criança “Senta aí e aprende”. É um momento que exige muita paciência, repetição e carinho. E eles estão tendo que aprender tudo isso à distância, competindo pela atenção da professora, que precisa atender todos.

Não está sendo fácil para eles!

Na escola tem outras crianças. Tem uma sala preparada para prender a atenção deles. Na escola não tem que competir com o barulho da casa. Com pais ocupados com o trabalho e que muitas vezes não podem parar e auxiliar os filhos nas coisas básicas como ligar um microfone ou achar um link da aula na internet. E tem a vergonha de deixar a câmera ligada. De falar quando é chamado. De ficar sentado todo tempo.

E tem o agravante de encontrar uma mãe, pai ou cuidador que não tem paciência com ele quando ele mais precisa. E então o adulto chama atenção, cobra que ele fique quieto, que ele faça tudo rápido, que ele tenha o mesmo desempenho que tinha na escola.

Então essa criança se sente pressionada. Acuada dentro da própria casa e da tela da aula online. E lá se foi o bom desempenho. Entrou em cena o medo de não conseguir aprender, a vontade de chorar, de sair correndo, de dizer que ele não quer mais isso para ele!

O Papel do Adulto é acolher a criança da aula online

Quase certeza que em algum momento seu filho vai lhe dizer que não está conseguindo. Pode ter uma crise de ansiedade. De choro. E quando isso acontecer, tente manter a sua serenidade.

Não force ele a fazer as coisas. Abrace! Acolha ele em seus braços e mostre a ele que você entende que não está sendo nada fácil, mas que você está ali para dar apoio. Diga que tudo bem se ele não entendeu determinado assunto. Depois vocês dois vão tentar entender ou conversar com a professora.

Quando nós que os amamos, mostramos que temos empatia pelo sentimento deles, eles percebem que podem respirar, tomar uma água e tentar voltar para a aula.

Eu lancei o desafio no instagram de “ficar sem brigar com nossos filhos por causa das aulas online” e muitas mães se mostraram adeptas. Então venho reforçar o convite para este desafio.

disciplina positiva

E para conseguir atingir estes resultados precisamos ter em mente algumas coisas:

  • Se coloque na situação do seu filho;
  • Não traga sua cabeça cheia de trabalho, preocupações para o ambiente em que ele está estudando;
  • Antes de perder a calma, respire e conte até dez lentamente e então explique para ele que tudo vai ficar bem;
  • Não tenha pressa para que ele consiga ler ou escrever ou aprender todas as operações de matemática – neste momento de pandemia, tudo que menos importa é o tempo para adquirir tal conhecimento;
  • Não compare seu filho com os amiguinhos da aula online;
  • Tente organizar sua rotina para que no momento das aulas você tenha a possibilidade de dar o suporte que ele precisa ( mesmo que você precise fazer as aulas com ele num horário diferente da aula ao vivo);
  • Tente montar um cantinho de estudos para ele e deixar todo o material à mão para evitar tumulto na hora das aulas;
  • Se ver que não vai aguentar e vai estourar, vá dar uma voltinha e só depois volte;
  • Se notar que ele está cansado, diga para ele parar por 5 minutos e ok.
  • Se não der para dar conta de aula online, trabalho e casa, tudo bem também!

Em um momento tão delicado, precisamos respeitar nossos limites e entender o tempo das nossas crianças. Com nosso amor elas certamente vão lembrar desse período como o momento em que mais receberam apoio dos seus pais!

O Melhor Cachorro Para Uma Criança Autista

Comentários

2 Comentários para "Não Permita Que as Aulas Online Façam Você Brigar Com Seu Filho"

  • comment-avatar
    Patrícia 17/03/2021 (11:30)

    Muito obrigada por esse texto! Aqui em Recife iremos voltar às aulas onlines. Confesso que já estava aflita.

Participe!!