Sua Filha Vai Ser Uma Modelo de Sucesso – Cuidados Na Escolha da Agência

Todas nós achamos nossas filhas e filhos lindos! E para nós eles realmente são! Então, quando uma pessoa na rua se apresenta como um caça talentos ou um booker, nosso ego de mãe já fica super inflado. Sim, nós ficamos mega orgulhosas que nossos filhos sejam considerados também pelo mundo, crianças lindinhas e fofas!

Aqui em casa eu sou do teatro. Estou bem habituada com esse lance do mundo das artes, da moda e da tv. Mas acreditem, mesmo para mim que trabalho diretamente com o pessoal ligado a esse mundo é complicado saber quando eles estão realmente interessados em agenciar e cuidar da carreira dos nossos filhos ou quando estão apenas de olho no dinheiro que podem retirar da nossa boa vontade de mãe.

Se você acha que seu filho ou filha leva jeito para a passarela ou para as câmeras, se eles realmente curtem e não apenas você acha que eles vão amar, procure estar atenta ao que realmente é sério neste meio e ao que não passam de promessas falsas para enganar seu coração de mãe.

modelo

Raquel e Samuel foram agenciados durante 1 ano por uma agência que não fez absolutamente nada por eles. Isso mesmo, nada! Fiz o book dos dois, que na época custou 700 reais (cada), ganhei algumas fotos ampliadas e um cd de fotos e depois disso, nada foi feito. Raquel fez 1 teste que foi uma verdadeira trapalhada da agência (que em outro post eu conto) e nunca mais foi chamada para nada.

Depois disto comecei a ficar muito mais esperta com relação às agências do mercado. É fundamental que você converse com pessoas da área e tente descobrir qual é realmente a melhor agência. Se eles pagam os cachês certinhos, se tratam bem as crianças, se possuem um trabalho realmente de qualidade.

Certa vez Raquel saiu com os padrinhos e voltaram para casa com um cartão de uma agência que dizia achar Raquel linda para ser modelo infantil. O mais curioso é que na mesma semana, uma mesma amiga também recebeu o mesmo cartão para a filha e ouviu as mesmas promessas. Minha amiga acabou agenciando a menina dela. Investiu mais de 2 mil reais no book. Eu achei caro e nem levei Raquel para fazer as fotos.

O fato é que se você vai agenciar seu filho ou filha precisa estar ciente que este é um negócio.

Sim, algo muito lucrativo que ganha dinheiro em cima dos sonhos de mães e crianças. Pode dar certo, mas também pode ser que aconteça como com os meus na primeira agência: absolutamente nada. Você tem que estar ciente que a criança pode se sentir estressada, acuada e até mesmo de saco cheio se realmente ela não gostar de tudo aquilo.

Nunca é bom forçar a criança a participar de algo que ela não goste, apenas porque você pai ou mãe desejam. É preciso que a criança se divirta com a situação, pois pode acreditar, muitas vezes a rotina vai ser bem tediosa e puxada.

Agências sérias não vão te prometer nada! Isso mesmo, você vai investir sem ter nenhuma garantia de retorno. Não vai depender da agência que seu filho tenha um ou outro trabalho e sim de quem está selecionando as crianças para um ou outro teste.

O que uma agência séria faz é preparar o seu filho e você para as situações rotineiras como testes, esperas longas, vários nãos, como lidar com as câmeras, como se portar em uma passarela, como falar um texto.

Agora, garantir que seu filho vai fazer vários trabalhos, isso elas não podem.

Hoje Raquel está em uma nova agência, que fez contato com a gente via facebook. Fui até o local duas vezes, conversei, perguntei e só depois decidi que iria agenciar ela ali. Paguei o valor de 900 reais que incluem um book, aulas de teatro e passarela e o agenciamento por 2 anos. Estamos ainda no começo das aulas de teatro.

Eu espero que eu tenha acertado desta vez!

 

Comentários

Categorizado em: Mamãe

Comentários (1)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Juliana Mesquita disse:

    Eu agenciei minha filha em 3 há cerca de 8 meses e ela realizou apenas um teste em que foi aprovada para realizar um catálogo. Sorte. É um meio bem concorrido, também acho que não há muito empenho por parte dos bookers em trabalhar um agenciado. Sabemos que a decisão é sempre do cliente, mas o que me pergunto é se o material dela é sempre disponibilizado? Difícil saber, principalmente quando não temos nenhum contato com a área. Enfim, fico sempre na expectativa da sorte bater na porta.

Deixe um recado