Não Deixe a Criança Infeliz com a Hora das Refeições

A hora das refeições não é um dos momentos mais felizes na vida de muitas mães e filhos.  Para muitas famílias as refeições acabam sendo um verdadeiro pesadelo.

Crianças se sentem infelizes quando são obrigadas a comer! Mães frustradas tentando alimentar os filhos da melhor maneira possível. Um verdadeiro campo de guerra. De um lado a mãe com uma colher na mão fazendo aviãozinho, malabarismo, cantando, colocando desenho preferido, fingindo dar comida para os brinquedos.

Do outro lado, um bebê, uma criança pequena ou até mesmo um adolescente com a boca fechada, cuspindo a comida que a mãe enfia na sua boca, dizendo “não quero”, chorando, jogando a comida no chão.

Um caos!

E a mãe que ficou um tempão fazendo tudo exatamente como o pediatra instruiu, pegando dicas com as amigas, com as influenciadoras digitais, livros e o diabo a quatro, sente vontade de sentar e chorar. É como se a gente estivesse falhando. Todo mundo consegue dar comida para o filho, menos eu – pensa a mãe – que fica super preocupada pelo fato de a criança não estar se alimentando como o esperado para a idade.

alimentação infantil

E a criança, já sabe que a hora de comer vai ser mais um daqueles momentos tensos em que vai se sentir obrigada a comer coisas que ela supostamente não gosta muitas vezes pelo fato de não conhecer. Ela passa a odiar os momentos das refeições. Passa a se sentir acuada por uma mãe que tenta de todas as maneiras fazer ela comer.

E algo que deveria ser apenas prazeroso passa a ser chato.

Aqui em casa Raquel sempre comer de tudo e muito bem. Nada de brigas ou situações desgastantes. Mas Samuel… Uma verdadeira batalha em que eu ficava com os nervos a flor da pele. Ele não queria comer absolutamente nada de comida de sal no almoço e jantar. E depois de anos (sim anos) ele começou a comer arroz preto (arroz com feijão esmagado). No começo eu precisava dar na boca. Agora ele pede e come sozinho.

É fundamental que nós mães tenhamos consciência que as crianças precisam comer, mas… nem sempre precisam comer a quantidade que queremos ou o que supostamente achamos que devem comer.

Nosso papel é alimentar as crianças de maneira saudável. E aqui é bom lembrar que o que deve ser saudável não são apenas os alimentos e sim o ato de comer.

Sim, você vai precisar ter muita paciência. Crianças muitas vezes só começam a aceitar determinados alimentos depois da décima vez que lhes foi oferecido. Por vezes você vai precisar oferecer a comida em uma textura diferente. E você vai precisar agir naturalmente com os pequenos na hora de comer.

Lembre-se que muitas vezes você também não está afim de comer isso ou aquilo e se coloque no lugar dos pequenos, tendo alguém empurrando tal comida para você. Por isso é essencial que você acredite na natureza da criança e entenda que em determinado momento ela vai comer. (por isso é tão importante você não ter porcarias em casa e sim comida saudável)

Tenha em casa comida saudável e de qualidade. Mostre que você também gosta de comer e que se sente feliz com as refeições. Tenha calma e comemore cada colherada aceita, cada alimento novo que ela experimenta.

A introdução alimentar não é uma receita pronta e pode sim levar muito tempo para vir a dar certo. Mas tenha certeza que este processo pode ser mais tranquilo quando a criança se sente tranquila e instigada com um momento feliz.

Meu Filho Não Come – “Deixe Seu Filho Em Paz” diz Carlos González

Comentários

Sem Comentários para "Não Deixe a Criança Infeliz com a Hora das Refeições"

    Participe!!