Diferenças

A história começa com um menino.

Ele pensou que era o mesmo que eu e você, exceto que ele era um pouco diferente de todos os outros.

Ele tinha autismo e não sabia até que seus pais lhe disseram antes de ele se mudar para o ensino médio.

Fonte: Zero

Ele ainda não tinha noção de como isso o tornava diferente, até que prestou atenção em certos alunos.

Estudantes que também tinham autismo, exceto que demoraram mais para aprender as habilidades que ele já havia alcançado.

Alguns murmuraram para si mesmos e outros nunca fizeram contato visual.

Ele pensou em si mesmo no jardim de infância, quando costumava agir da mesma maneira.

Foi então que ele percebeu a diferença entre como ele agia e como as outras pessoas agiam.

Quando ele pensou nas diferenças, não se importou nem um pouco. Se alguma coisa, ele abraçou.

Quando criança, ele queria aquelas qualidades especiais que ninguém mais tinha: poder voar, ler as pessoas, mentes, escalar paredes como os heróis que o inspiraram.

Na escola, ele nunca se importou com o que as pessoas pensavam dele ou como ele agia, o que se tornou um problema.

Ele dançou nos corredores, não conversou com os outros e ignorou as instruções do professor.

Seus pais mais uma vez tiveram que sentar e explicar.

Eles têm orgulho dele e querem que ele seja feliz, mas ele precisa estar ciente das pessoas ao seu redor.

Nem todo mundo é legal e pode tirar sarro daqueles que aparecem e agem de maneira diferente.

Ele percebeu que deveria se orgulhar de quem ele era e nunca deixar que isso acabe com ele.

Foi então que o garoto começou sua jornada para a idade adulta com a cabeça erguida e os olhos bem abertos.

Fonte: Autism Parenting Magazine

Veja mais no nosso canal do YouTube!

Comentários

Sem Comentários para "Diferenças"

    Participe!!