Teste do Coraçãozinho – Saiba Para Que Serve!

O Teste do Coraçãozinho é uma excelente ferramenta de triagem neonatal para rastrear Cardiopatias Congênitas Críticas. A “oximetria de pulso” deve ser realizada após as primeiras 24 horas de vida, e antes da alta hospitalar, utilizando um sensor externo (oxímetro).

Se você está grávida, se prepare para conhecer um mundo de testes que seu pequeno bebê vai precisar fazer ainda na maternidade.

Sim, os testes são muitos e você pode até ficar meio assustada no começo, mas pode ter certeza que todos os exames feitos ainda nos primeiros dias de vida do bebê são para o bem da saúde dele.

teste do coraçãozinho

Já escrevi aqui sobre o Teste da Orelhinha, Teste do Pezinho, Teste do Olhinho, Teste da Linguinha e agora chegou a vez de falar sobre o Teste do Coraçãozinho!

Assim, como os demais, o Teste do Coraçãozinho é feito nas primeiras horas de vida do recém nascido, entre 24 e 48 horas de vida e não causa nenhum tipo de dor no bebê.

O teste consiste em colocar uma pulseira/oxímetro em um membro superior e outra em um membro inferior. O médico irá medir a oxigenação do sangue que deve estar acima de 95% para garantir um resultado bom. Caso o valor do oxigênio esteja abaixo deste nível, o exame deverá ser repetido dentro de 1 hora. Se ainda assim o número alcançado no oxímetro não for favorável, o médico irá solicitar um ecocardiograma ou eletrocardiograma.

Assim como os demais testes, o Teste do Coraçãozinho é fundamental para diagnosticar precocemente a existência de doenças, no caso cardíacas, no recém nascido. O teste não detecta todos os tipos de doenças cardíacas, mas consegue sinalizar a existência de todas as cardiopatias congênitas cianóticas (como o truncus arterioso, tetralogia de falot, ventrículo único, hipoplasia de ventrículo esquerdo), que são geralmente as mais graves. Ele ainda consegue detectar outras doenças que têm mistura entre o sangue venoso (sem oxigênio) com o arterial (oxigenado).

Infelizmente muitos bebês vem a óbito pela falta de um diagnóstico precoce da doença. Por este motivo é tão importante submeter o bebê a todos estes exames.

teste do coraçãozinho

Lembro que no nascimento dos meus dois filhos o teste não era coberto pela rede pública. Na chegada de Raquel nós pagamos o exame. Já quando Samuel chegou em 2014, o exame já era coberto pelo plano de saúde. Hoje o teste do coraçãozinho é feito pelo SUS. Caso na sua maternidade o teste ainda não seja feito gratuitamente, converse com a sua secretaria de saúde!

Comentários

Categorizado em: Mamãe Tags:

Deixe um recado