Festas de Final de Ano – Não Ofereçam Alimentos Para Uma Criança Sem Autorização dos Pais

As festas de Final de Ano estão chegando! Momento de pura alegria! De reencontros com quem você não vê há muito tempo!

Tempo de mesa farta e muitas opções de comidas!

E para muitas mães e pais que possuem filhos com restrição alimentar ou que não introduziram certos alimentos no cardápio dos filhos, é também tempo de passar por algumas situações constrangedoras!

E vamos deixar claro, nós mães, não somos as carrascas da história! Muitas crianças sofrem num grau muito elevado com certos tipos de alergias alimentares.

Pode ser leite e seus derivados, soja, amendoim, corantes, peixes ou frutos do mar, ovo, cacau e até mesmo alguns tipos de frutas. Estes alimentos saborosos e inofensivos para a grande maioria da população, pode causar grandes problemas para crianças com alergia a eles e que ainda não estão com o sistema digestivo bem fortalecido.

Lembro que no Natal de 2015, Samuel provou uma bolachinha de natal. Inofensiva né? Saborosa? Lindas? Sim, tudo isso! E foi eu mesma que dei a bolacha para ele. Ele tem alergia a clara do ovo e na época eu não tinha noção do estrago que isso significava. Pois bem, cinco minutos depois, Samuel começou a coçar sem parar os olhos. Ficou com o rosto todo inchado e o corpo cheio de manchas vermelhas.

Eu sempre ando com o antialérgico quando viajo. Dei uma dose e foi o que nos ajudou.

Outra vez, numa festa de família, foram fazer bife à milanesa. Raquel é bem alérgica a gema do ovo. Eu avisei quem estava preparando que ela não podia mexer com a gema. (Ela queria ajudar no preparo). Parece que foi eu falar e darem um prato cheio de gema para ela passar os bifes. Lá foi eu dar uma de mãe chata “Gente, ela tem alergia”! E fui logo ouvindo “Ah, não vai dar nada, ela só está encostando na mão”.

Eu sai de perto e pensei, pode ser exagero da minha cabeça mesmo!

Gente, não deu 10 minutos e chega Raquelzinha quase chorando “Mãe, tá coçando muito meu olho” e eu quando olho para a menina solto um “Ai Meu Deus”! Ela estava super inchada e cheia de manchas. Dei a dose do remédio e para meu desespero não resolveu nada! Depois de algumas horas repeti a medida e nada de Raquel melhorar. No dia seguinte levei na emergência e o médico deu um antialérgico mais forte e ressaltou: “Quando você dá uma dose de antialérgico e os sintomas não somem, tem que vir para a emergência e tomar adrenalina”.

Depois destes episódios fiquei mais cautelosa. Já vou logo avisando “Primeiro perguntem para nós se eles podem comer determinadas coisas”.

Há também os casos em que os pais não permitem que os filhos ingiram determinados alimentos por questões de bons hábitos alimentares. E me poupem né, nada dessa história de “Como são enjoados ou eu comi e não morri”! Cada família (pai e mãe) sabe o que é melhor para os seus filhos.

Então, este post é para dizer aos familiares e amigos, que amamos vocês e sabemos que amam nossos filhos. E por isso mesmo, pedimos a ajuda de vocês neste momento de felicidade!

Se quiser oferecer qualquer coisa para uma criança, pergunte para a mãe e o pai!

Boas festas para todos!

Antes de Oferecer Bebida ou Comida – Pergunte à Mãe da Criança

Comentários

Sem Comentários para "Festas de Final de Ano - Não Ofereçam Alimentos Para Uma Criança Sem Autorização dos Pais"

    Participe!!