Como Encontrar Uma Criança Perdida na Praia

Eu já contei para vocês da vez em que perdi minha sobrinha dentro de um shopping? Foram momentos desesperadores que eu não desejo para nenhuma pessoa responsável por uma criança.

Outro dia nós estávamos na pria lotada! Nunca tinha visto uma areia tão cheia de gente. O mar estava repleta de banhistas. Gente que não acabava mais. Lugar cheio e perfeito para perder de vista uma criança pequena!

No verão os casos de crianças perdidas aumenta drasticamente. Os casos na sua grande maioria acontecem nas orlas. As crianças começam a brincar perto dos pais. Resolvem ir até a beira do mar para buscar água para um castelinho. O mar na sua imensidão parece igual para os pequenos que sem notar vão sendo levados pela água para longe dos pais. Quando a criança volta para levar o balde cheio de água até o castelo ela olha para a areia e não encontra mais a figura do pai ou da mãe. Ela vê apenas uma multidão de guarda sóis. E nisso ela sai caminhando sem rumo pela areia, muitas vezes para o lado contrário ao que deveria ir para achar os familiares.

criança perdida na praia

Nesta temporada eu estava brincando com as crianças na areia enquanto Jardel tomava banho de mar. Praia abarrotada de gente. Tudo sobre controle até o momento em que Samuel saiu com o baldinho para trás de mim. Um minuto depois eu virei para olhar ele e cadê?

Desespero total!

Raquel procurava ele na parte da frente perto do mar e eu tentava avistar ele no meio de um milhão de guarda sóis, cadeiras, barracas e gente que não acabava mais.  Minha reação foi chamar ele e quando eu já estava começando a bater palmas (sinal usado nas praias para achar as crianças perdidas), Samuel aparece novamente no castelinho de areia.

criança perdida na praia

Projeto Aldeia

Minha reação imediata foi chegar perto dele e falar super firme (nervosa) e explicar que ele não pode sair de perto da mamãe e do papai pois em lugares como a praia é muito perigoso. Sim, falei que tem homem malvado e que ele poderia ficar muito tempo longe sem ver mais a mamãe, papai e irmã.

Depois deste episódio não desgrudei mais nenhum segundo meu olhar de cima de Samuel. Sem brincadeira, se ele ia para o meu lado, eu imediatamente verificava para ver se ele realmente estava ali. Revezamos e enquanto um ficava cuidando de Raquel no mar, o outro grudava nele. Foi um susto que foi resolvido rapidamente com final feliz. Mas poderia ter tido um desfecho bem triste.

Se você vai para a praia com crianças pequenas, use algumas estratégias:

Identifique a roupa da criança com o nome dela. Coloque na etiqueta um número de telefone ou endereço.

Combine com a criança um ponto de encontro caso vocês venham a se perder.

Mostre para a criança com quem ela deve falar nestas situações. Ah, mas a criança está perdida e vai recusar ajuda kely? Muitas pessoas são maldosas e sim, podem aproveitar a situação para roubar uma criança.

Coloque roupas bem chamativas na criança para que seja mais fácil de visualizar ela na multidão.

Explique para a criança que caso ela venha a se perder ela deve ficar no local combinado ou parada em um mesmo lugar. Mesmo que demore você vai procurar por ela.

Ensine seu telefone para seu filho.

Faça o sinal que vem sendo adotado em muitas prias brasileiras e que tem ajudado a encontrar muitas crianças.

Aproveite a praia e esteja sempre monitorando seus maiores bens.

Boas férias para todos!

Desmame do bebê com paciência e amor!

Comentários

Sem Comentários para "Como Encontrar Uma Criança Perdida na Praia"

    Participe!!