Amamentação – A Pega Correta do Bebê

Amamentação – A Pega Correta do Bebê

Quando Raquel nasceu eu pensei que seria muito fácil dar de mamar para ela. Na minha cabeça era só colocar a boca dela no seio e correr para a felicidade.

Eu era uma mãe de primeira viagem. Estudei vários materiais sobre amamentação. Fazia absolutamente tudo que os médicos, enfermeiros e amigas mais próximas me recomendavam. Então, não havia motivos para que algo desse errado na hora que a minha bebê fosse mamar.

Raquel nasceu! Um misto de alegrias. Eu não via a hora que viessem trazer ela para que eu pudesse amamentar. Meu parto foi cesárea. Fiquei esperando o momento de pegar minha filha nos braços mais ou menos umas 3 horas. Eis que chega a minha princesa trazida por uma enfermeira. E a primeira coisa que a senhora vestida de branco fez foi colocar a pequena no meu peito.

Na verdade foi o que ela tentou fazer. Raquel não queria abrir a boca. Ela queria dormir. A enfermeira insistiu, esfregou a boquinha dela no meu seio e eis que de repente a bebê pega no meu seio.

Foi um momento dolorido! Sim, ela não sabia ainda como deveria abocanhar. Eu não sabia direito como segurar minha mama, a cabeça da bebê, estava numa posição desconfortável. Mas ali, nos meus braços, ela mamou pela primeira vez.

A enfermeira foi embora e eu achei que já sabia como amamentar minha pequena. Depois de 2 horas a bebê chora. Eu logo penso: “É fome, hora de mamar” e lá fui eu sentar numa poltrona, e amamentar minha filha.

Essa foto demonstra muito bem o que eu estava sentindo: uma total e vasta insegurança. Será que eu estava fazendo tudo certinho?

pega correta amamentação

1 – O corpo do Bebê estava totalmente virado para mim?

Sim, estava. O chamado barriga com barriga estava correto. Não tinha o que temer com relação a isso.

2 – O bebê abocanhou grande parte da aréola?

Eu esperava Raquel abrir bem grande a boquinha para aproximar a cabeça dela do meu peito. E ela abocanhava direitinho. Algumas vezes pegou só o bico do seio, mas logo aprendeu que deveria pegar a aréola do peito também.

3 – O lábio inferior do bebê fica virado para fora, como um peixinho?

Eu ficava olhando para a boquinha da Raquel e não tinha certeza se ela estava com a boquinha bem posicionada. Perguntei para as enfermeiras, amigas que foram visitar se a boca dela parecia com a de um peixinho e todos me diziam que sim. Ufa, eu estava fazendo tudo certo!

pega correta amamentação

Então, eu estava sentada numa posição confortável para mim, meu bebê estava bem posicionado, a boca dele estava bem aberta com o queixo encostando o meu seio, ele abocanhava grande parte da aréola. Só uma coisa eu fiz errado!

4 – Retire a boca do bebê com o dedo mínimo!

Não fiz isso! Eu estava tirando a boquinha da bebê do meu seio de qualquer jeito. E quando eu fiz isso, acabei machucando o bico dos meus seios. Só fui aprender a forma correta lá pelo segundo dia. Mesmo rodeada por enfermeiras experientes, tendo lido várias matérias sobre o assunto, eu acabei esquecendo e fazendo um erro como este.

O fato é que foram quase dois meses para conseguir fazer meus seios sararem de verdade e amamentar sem sentir nenhum tipo de dor. Mas não se assuste, minha história teve um final bem feliz! Veja mais sobre o começo da amamentação no texto abaixo!

Amamentação – O Começo Pode Ser Difícil, Mas Não Desista!

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *